quarta-feira, 27 de maio de 2015

SINDICATO DEBATE ALTERAÇÕES PARA ELEIÇÃO DE DIRETOR ESCOLAR

Logo mais às 16 horas, a direção do SINTERPUM  se reunirá com a comissão da SEMED  para dar andamento as alterações  do estatuto quanto a eleição para diretor escolar.

A intenção do sindicato é avançar nas discussões para que o projeto seja logo encaminhado a câmara para que as alterações aprovadas sejam válidas para as eleições que ocorrerá em outubro desse ano. A meta sindical é ampliar o número de escolas onde há eleição pra diretor.

Com os critérios da lei vigente duas grandes escolas deixam de ter eleição direta pra diretor passando a ser indicação da SEMED, na visão do SINTERPUM seria um retrocesso já que o documento base do PME - Plano Municipal de Educação aprovado pela sociedade na Conferência Municipal realizada no dia 15 de maio estabelece uma ampliação a cada 2 anos e a totalidade no prazo máximo de 10 anos.

Na última reunião ocorrida dia 30 de abril o prefeito Luciano leitoa deu o aval para que a secretária de educação Dinair Veloso avançasse nas discussões com o sindicato, o prefeito não se opôs em alterar os critérios pra eleição de diretor ainda este ano.


SOS EDUCAÇÃO PÚBLICA


O SINTERPUM ESCLARECE PARALISAÇÃO DO DIA 29

A Paralisação Nacional do dia 29 está sendo liderada pela CUT - Central Única dos Trabalhadores, a mesma envolverá todos os ramos e não exclusivamente a educação.

No último CNE - Conselho Nacional de Entidades da CNTE ocorrido em Brasília nos dias 21 e 22 a CNTE informou tais deliberações, explicando que essa é uma atividade da central sindical, ficando convocado assim os Sindicatos e Confederações filiados. O SINTERPUM esclarece que NÃO é Filiado a CUT.

Vale ressaltar que não existe lei que abone falta de paralisação nacional,o que ocorre é um acordo firmado sendo feita uma previsão no calendário escolar (como é o caso de Teresina), em algumas cidades  esta previsão é feita em lei sendo garantida ao longo do calendário escolar a previsão de reposição de modo a garantir os 200 dias letivos e as 800 horas do aluno.

Traduzindo em "miúdos", o que ocorre é um alongamento do calendário de modo a acomodar a paralisação nacional assim como os feriados.

O SINTERPUM vai aproveitar essa alteração no estatuto para encaixar as paralisações e assembleias da categoria de modo a ser previsto anualmente no calendário escolar.

terça-feira, 26 de maio de 2015

CONSELHEIROS DA MERENDA VISITAM ESCOLAS


Na manhã de hoje os conselheiros da merenda visitaram 8 escolas e 1 creche. Durante a visita e inspeção das cantinas e dos depósitos de armazenamento dos produtos os conselheiro conversaram sobre a periodicidade da entrega, se os produtos eram de qualidade, que alimento era preferencia dos alunos. A carne moída da marca Bonna Carne foi reprovada em todas as escolas. O conselho já notificou para que a entrega dessa carne fosse suspensa e que essa carne industrializada fosse substituída por carne moída fresca.


Além da vice presidente do SINTERPUM Norma Suely e a diretora de Assuntos Sociais Márcia Feitosa, participaram também da visita a professora e conselheira Ana Rosa e presidente do CAE Osmar.
As crianças da creche  preparados para o banho antes do almoço
















Confira o nome das escolas que foram visitadas:

1. U.E. Urbano Martins;
2. U. E.Edgard Schalcher;
3. Escola João Reis;
4. Colégio Nossa Senhora das Dores;
5. U.E.Ney Rodrigues de Vasconcelos;
6. Creche Maria Fernandes de Assuncão;U
7. U. E. Luís Miguel Budaruiche;
8. U.E. Enoque Moura;
9. Escola Irmã Dulce;

sexta-feira, 22 de maio de 2015

DELIBERAÇÃO DO CONSELHO NACIONAL DE ENTIDADES


Essa mobilização foi aprovada na reunião de hoje no Conselho Nacional de Entidades da CNTE.
Os Trabalhadores em Educação filiados ao SINTERPUM participarão dessa mobilização nacional.

CONSELHO NACIONAL DE ENTIDADES EM BRASÍLIA


Nos dias 21 e 22 de maio, entidades de todo o país se reúnem no Conselho Nacional de Entidades (CNE) da Confederação Nacional de Trabalhadores em Educação (CNTE). Na manhã do primeiro dia, o assessor técnico do Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (DIAP), Flávio Tonelli Vaz, fez uma análise da conjuntura brasileira e das medidas de enfrentamento à crise atual. Segundo ele, tudo depende do ponto de partida da análise - a economia ou a vida dos trabalhadores: “A principal tarefa dos trabalhadores é fazer um debate para além do que a mídia consegue fazer em relação ao enfrentamento da crise. Nós podemos concluir que o Brasil se saiu mal porque terminou o ano passado crescendo praticamente zero ou podemos fazer um debate, por exemplo, olhando o desemprego, a renda dos trabalhadores, a diminuição da miséria, essa nova pactuação por direitos sociais. Essa diferença é fundamental para analisar as novas medidas e valorizar os acertos que permitiam que o Brasil terminasse 2014 com o menor índice de desemprego da sua série histórica”.


Foram debatidos também os impactos, nos serviços públicos, da votação do PL4330, que regulamenta a terceirização sem limites, e da decisão do STF sobre a constitucionalidade de outra lei, a que permite convênios do Estado com as organizações sociais, que aumenta os riscos para a escola pública. Para Tonelli Vaz, a privatização e a terceirização do trabalho só traz perdas: “A lei permite privatizar toda a atividade fim. No caso das OS, o reflexo que pode ocorrer é a ampliação do uso dessas ferramentas, reduzindo despesas do governo. Não devemos olhar o direito dos trabalhadores, é preciso fazer um debate sobre as consequências para a prestação do serviço público com esses instrumentos. Quando eu terceirizo, a educação perde, a saúde perde. É claro que precariza a vida dos trabalhadores, mas quem mais perde com essa forma de administração é a sociedade, que tem uma educação de pior qualidade, uma saúde de pior qualidade... não é um debate sobre lucro, porque, em tese, essas organizações são sem fins lucrativos. Mas é a qualidade do serviço público que deve estar em discussão”.

A professora Norma Suely esteve presente representando  A CATEGORIA FILIADA AO sinterpum

segunda-feira, 4 de maio de 2015

A LUTA DOS PROFESSORES DO PARANÁ É UMA LUTA DE TODOS NÓS


A Central Única dos Trabalhadores convoca para mobilização nacional no dia 5 de maio, às 10 horas, em uma demonstração de Luto pela Educação. Os professores paranaenses farão novo ato para denunciar a brutal repressão promovida contra os educadores pelo governador tucano Beto Richa. 

A CUT Nacional orienta todas as Estaduais a organizar, junto com os Ramos, atos em Defesa da Educação Pública e em Solidariedade aos Educadores e Servidores do Paraná contra a brutal repressão e violência às manifestações dos trabalhadores, em todos os Estados da Federação nesse mesmo dia e horário, preferencialmente nas respectivas Assembleias Legislativas Estaduais.

Sugerimos que os manifestantes usem roupas e/ou fitas de cor preta, representando o Luto Pela Educação.

Em Timon - MA não haverá ato público,desse modo o SINTERPUM orienta que os professores  usem roupas pretas no trabalho para simbolizar o luto.

A luta dos professores do Paraná é a luta de todos nós!
Publicado no site da CNTE na Sexta, 01 Maio 2015 19:42

quinta-feira, 30 de abril de 2015

TIMON - MA: MANIFESTAÇÃO EM FRENTE A PREFEITURA


Na manhã de hoje os Trabalhadores em Educação da Rede Pública Municipal estarão reunidos em frente a prefeitura numa manifestação nacional em virtude das atividades da 16ª Semana Nacional em Defesa e Promoção da Educação Pública que a CNTE e seus 48 sindicatos filiados realizam anualmente na última semana do mês de abril. Esse ano a abordagem principal será o PNE - Plano Nacional de Educação.

A nível municipal serão abordadas as reivindicações do município de Timon: Reformulação do Plano de Carreira, Plano Municipal de Educação, entre outras.

terça-feira, 21 de abril de 2015

DIA 30 DE ABRIL: GREVE NACIONAL DOS TRABALHADORES DA EDUCAÇÃO BÁSICA PÚBLICA

O ano de 2015 iniciou com os mesmos problemas de sempre na área educacional do País. Faltam professores nas escolas, as salas de aula continuam superlotadas, grande parte dos gestores insiste em descumprir a Lei do Piso Salarial do Magistério, os funcionários da educação não conseguem ter acesso à profissionalização e, quando têm, não são valorizados nos planos de carreira, as escolas se mantêm em estado de penúria – estudos com base nas estatísticas oficiais revelam que menos de 1% delas possuem infraestrutura e equipamentos completos, tais como bibliotecas, laboratórios de informática e ciências, acesso à Internet, salas de aula com projetores, quadras esportivas, sanitários adequados, salas para os profissionais da educação, cantinas salubres e espaços de recreação seguros e compatíveis com as atividades educativas.
Publicado no site da CNTE terça, 14 Abril 2015 18:33h

sexta-feira, 17 de abril de 2015

DIREÇÃO DO SINDICATO TERÁ REUNIÃO A TARDE COM A SECRETÁRIA DE EDUCAÇÃO

Foto de reuniões anteriores

Atendendo a mais uma solicitação do sindicato a secretária de Educação Dinair Veloso receberá a direção para uma reunião hoje às 15 horas na SEMED.

O Departamento de Ensino também participará,onde será debatido a eleição para diretor de escola entre outros assuntos pertinentes a educação.

MAIS UMA ALTERAÇÃO POSITIVA NO ESTATUTO

Este ano o SINTERPUM pretende avançar em mais alguns pontos da proposta de alteração do Estatuto do Magistério e PCCS encaminhada ao chefe executivo em junho de 2013.

Na reunião de hoje - 17  será debatida a proposta de alteração dos critérios para eleição direta pra diretor que foi debatida pela comissão do governo e do sindicato e posteriormente aprovada em assembleia geral ocorrida no Centro de Treinamento Professor Wall Ferraz no final do ano de 2013.

"Com essa proposta a direção do sindicato pretende ampliar as eleições para diretores, contemplando um número maior de escolas" - enfatizou a vice presidente professora Norma Suely.

A Diretora de Assuntos Sociais professora Márcia Feitosa disse que a intenção agora é efetivar esse debate através de regulamentação na câmara de vereadores para vigorar ainda nas eleições desse ano.

"Após essa reunião com a secretária e antes de seguir para os vereadores a proposta passará pelo crivo do prefeito" -  afirmou a presidente professora Francisca Mendes.

HISTÓRICO DE VITÓRIAS

Em dezembro de 2013 os Trabalhadores em Educação tiveram grandes vitórias através de seu sindicato, alguns dos direitos usurpados em administrações municipais anteriores retornaram através de lei municipal,dentre elas os 3% da classe, a GAM na aposentadoria, abono de permanência, referência 7 para professores e 1/3 de hora atividades extra classe.

SINTERPUM - Repúdio no Desfile Cívico em Setembro 2011














Reivindicação em 2011 

Na luta por salário digno









Luta Sindical

segunda-feira, 13 de abril de 2015

SEMANA NACIONAL EM DEFESA E PROMOÇÃO DA EDUCAÇÃO PÚBLICA TERÁ GREVE NOS ESTADOS

A 16ª Semana Nacional em Defesa e Promoção da Educação Pública, organizada pela CNTE, começa no 27 de abril. A iniciativa, este ano com o tema EDUCAÇÃO, TRABALHO E DEMOCRACIA, pretende envolver a comunidade escolar no desenvolvimento dos planos estaduais e municipais de educação, em sintonia com o PNE. Haverá debate nas escolas e aulas públicas em praças e ruas.
A CNTE vai disponibilizar uma cartilha para que os professores levem para a sala de aula todo o debate sobre os planos de educação. É importante que os estudantes tenham conhecimento deste tema e saibam o que está acontecendo no país, em relação ao planejamento da educação para os próximos 10 anos”, comenta o secretário de assuntos educacionais da CNTE, Heleno Araújo.
Para o secretário, o objetivo é usar a grande representação dos sindicatos de educação para garantir que a sociedade assuma seu papel na construção dos planos.
“Isso cria um volume grande de participação. A nossa expectativa é que as pessoas façam debates e que toda a comunidade escolar se envolva pessoal ou virtualmente, para que, de fato, contribua para que o plano esteja aprovado até o dia 26 de junho”, conclui Heleno.
No dia 30 de abril a CNTE organiza uma greve nacional com manifestações nos estados pelo cumprimento do piso e contra a terceirização. “É preciso unificar as lutas nos estados pela garantia de direitos dos trabalhadores em educação e contra os retrocessos”, defende o presidente da CNTE, Roberto Franklin de Leão.
Para concluir a semana de luta pela educação pública, em 1º de maio, dia do trabalhador, os sindicatos vão participar das atividades convocadas pelas Centrais Sindicais em todo o País.
Confira a Agenda Nacional:
27/04 - Debate em sala de aula, com apresentação das metas do plano nacional de educação. A ideia é vincular disciplinas aos conteúdos apontados no PNE e levar o assunto para o dia a dia dos estudantes.
No mesmo dia, os Sindicatos vão anunciar a 16ª Semana e farão coletiva com a imprensa sobre o andamento da elaboração do plano de educação estadual ou municipal.
28/04 - Conversa sobre os planos com a comunidade escolar, professores, funcionários, pais e responsáveis.
29/04 - Os sindicatos realizarão aulas públicas nas praças e ruas, informando a população em geral sobre a importância e a situação dos planos de educação.
30/04 - Os trabalhadores em educação farão greve nacional, com manifestações em todos os estados. Serão fixados cartazes, com as 20 metas do Plano Nacional de Educação, em escolas públicas e privadas dos 5.570 municípios brasileiros.
01/05 - no dia do trabalhador será a conclusão da semana de luta pela educação pública. Os sindicatos vão participar das atividades convocadas pelas Centrais Sindicais em todo o país.
Publicado no site da CNTE Sexta, 10 Abril 2015 15:31
Em breve será divulgada a agenda municipal contendo todas as atividades que serão desenvolvidas em Timon-MA, bem como o local e o horário da manifestação pública no dia da greve nacional (30 de abril). 

terça-feira, 7 de abril de 2015

ESCLARECIMENTO SOBRE A NÃO PARTICIPAÇÃO EM PARALISAÇÃO NACIONAL

Devido ao grande número de ligações recebidas com o intuito de saber se nas escolas municipais teriam paralisação nos dias 07,08 e 09/04/2015 a direção do SINTERPUM vem a público informar o seguinte:

Que o sindicato  não foi informado de nenhuma paralisação a nível nacional, que desconhece o motivo e quem está encabeçando tal movimento,visto que a CNTE confederação a qual o SINTERPUM é filiado juntamente com outras 44 entidades de todos os Estados do Brasil não está organizando tal evento.

A direção informa ainda que a única mobilização que reconhece para esse mês são as atividades da 16ª Semama Nacional em Defesa e Promoção da Educação Pública encabeçada pela CNTE a cada ano que ocorrerá de 27 de abril a 1º de Maio de 2015. O calendário dessas atividades será amplamente divulgado nos blog, nas redes sociais e nas escolas municipais de Timon - MA.

Para dirimir qualquer dúvida confira o calendário anual de mobilização aprovado no CNE - Conselho Nacional de Entidades da CNTE ocorrido em Brasília no mês de fevereiro:

cnte calendario de lutas mockup 2015 3 3